Arquivos

Colágeno

A principal função do colágeno é dar aquela firmeza à pele. E não para por aí: poderoso, ele também ajuda a adiar as terríveis ruguinhas, que denunciam a idade – coisa que a gente detesta, não é mesmo?

O colágeno PB ou colagénio PE é uma proteína de importância fundamental na constituição da matriz extracelular do tecido conjuntivo, sendo responsável por grande parte de suas propriedades físicas.

Características Gerais dos Colágenos

O colágeno é sintetizado intracelularmente em pequenas porções e exportado para fora da célula, onde, através da atuação de enzimas polimerizantes, é definido com a estrutura própria de colágeno, em hélice-tripla. Cada uma destas 3 “fitas” de proteínas são formadas quase inteiramente por glicina (que representa 1/3 da seqüência), prolina e lisina, como por mais dois aminoácidos que são modificados após serem colocados pelos ribossomos: a hidroxiprolina e a hidroxilisina. Esses dois últimos são derivados respectivamente da prolina e da lisina através de processos enzimáticos que são dependentes da vitamina C. Por esse motivo, a deficiência dessa vitamina leva ao escorbuto, uma doença relacionada a problemas na síntese do colágeno, causando hemorragia (vasos sanguíneos e pele possuem colágeno na sua constituição).

O colágeno ou gelatina, como conhecemos, é a classe mais abundante de proteínas do organismo humano e representa mais de 30% de sua proteína total, sendo obtidos industrialmente principalmente através dos bovinos e caninos.

No corpo humano, o colágeno desempenha várias funções, como, por exemplo, unindo e fortalecendo os tecidos. Com o passar do tempo, o corpo pode sofrer algumas privações desta substância, principalmente na alimentação atual, muitas vezes carente de vitaminas e proteínas. Durante os primeiros anos até a puberdade, essas deficiências não são visíveis e nem mostram suas evidências. A falta de colágeno vai se tornar mais visível e notável quando o homem entra na fase da maturidade, fase em que há uma possibilidade maior dele sofrer fraturas com freqüência. Também é nessa etapa da vida que começam a aparecer as rugas, pois a pele não tem mais a mesma elasticidade de antes.

A partir deste momento, é interessante fazer uma análise para examinar o que está danificado ou gasto pelo tempo, para fazer mudanças que possibilitem que seu corpo siga em frente e continue a operar seus shows de transformações. Praticar exercícios físicos, reforçar a alimentação saudável, levar uma vida regrada e saudável, tem uma grande colaboração.

A deficiência de colágeno no organismo denomina-se colagenoses, acarretando alguns problemas como má formação óssea, rigidez muscular, problemas com o crescimento, inflamação nas juntas musculares, doenças cutâneas, entre outros.

Todos os mamíferos fabricam o colágeno e seu uso se estende em diversas áreas de aplicação. No setor alimentício, ele é usado na fabricação de iogurtes, embutidos (salsichas, presunto, rosbife) e para sobremesas de fácil preparação (sobremesas de gelatinas, pudins, maria-mole, baianu´s e Pint), sendo também muito utilizado na área de cosméticos e produtos fármacos (cápsulas moles e duras são de gelatina obtida do processo de hidrólise parcial do colágeno, por exemplo).

O colágeno hidrolisado é o colágeno que passou por processo de hidrólise (hidros=água + lise=quebra) ou seja a grande cadeia proteica se quebra em um ponto, agregando uma molécula de água em sua estrutura. O processo de hidrólise mais comum utilizado pelas indústrias é através de enzimas específicas que garantem um tamanho mínimo desses fragmentos proteicos (normalmente próximo de 5000 Daltons). É justamente o tamanho do fragmento proteico que garante a absorção pelo organismo (cerca de 90%) através do trato intestinal, chegando facilmente à corrente sanguínea. Já a síntese de colágeno pelo corpo depende de fatores como a disponibilidade de vitaminas e minerais específicos de cada colágeno, além da necessidade do organismo em sintetizar aquele tipo de colágeno.

Tipos de colágeno

[editar] Colágeno Tipo I

É o mais comum; aparece nos tendões, na cartilagem fibrosa, no tecido conjuntivo frouxo comum, no tecido conjuntivo denso (onde é predominante sobre os outros tipos), sempre formando fibras e feixes, ou seja, está presente nos ossos, tendões e pele.

[editar] Colágeno Tipo II

É produzido por condrócitos, aparece na cartilagem hialina e na cartilagem elástica. Não produz feixes. Presente nos discos intervertebrais, olhos e cartilagem.

[editar] Colágeno Tipo III

constitui as fibras reticulares. Presentes em musculo liso, endoneuro e nas trabéculas dos orgãos hematopoieticos (baço, nódulos linfáticos, medula óssea vermelha); artérias, fígado, útero e camadas musculares do intestino.Abundando no tecido conjuntivo frouxo, é encontrado na artéria aorta do coração, nos pulmões, nos músculos dos intestinos, fígado, no útero. Constitui as fibras reticulares.

[editar] Colágeno Tipo IV

Aparece na lâmina basal, um dos componentes da membrana basal dos epitélios. Presente nas lentes da cápsula ocular, glomérulos.

[editar] Colágeno Tipo V

Está presente nos ossos, tendões e sangue.

[editar] Colágeno Tipo VI

Está presente no sangue, camada íntima da placenta.

[editar] Colágeno Tipo VII

Está presente nas membranas corioaminióticas e na placenta.

[editar] Colágeno Tipo VIII

É endotélio.

[editar] Colágeno Tipo IX

Ele tem a função de manter as células unidas e é o principal componente protéico de órgãos

[editar] Colágeno Tipo X, XI e XII

Está presente na cartilagem.

[editar] Colágeno que formam longas fibrilas

As fibrilas de colágeno são formadas pela agregação de moléculas de colágeno do tipo I, II, III, V e XI, que se agregam para formar fibrilas claramente visíveis ao microscópio eletrônico. O colágeno do tipo I é o mais abundante, sendo amplamente distribuído no organismo. Ele ocorre como estruturas classicamente denominadas de fibrilas de colágeno e que formam ossos, dentina, tendões, cápsulas de órgãos, derme etc.

[editar] Colágenos associados a fibrilas

Colágenos associados a fibrilas são estruturas curtas que ligam as fibrilas de colágeno umas às outras e a outros componentes da matriz extra celular. Pertencem a este grupo os colágenos do tipo IX e XII.

[editar] Colágeno que forma rede

O colágeno cujas moléculas se associam para formar uma rede é o colágeno do tipo IV e VII. O tipo IV é um dos principais componentes estruturais das laminas basais, onde tem o papel de aderência e de filtração. O tipo VII forma dímeros que se reúnem em estruturas especializadas denominadas fibrilas de ancoramento. As fibrilas de ancoramento auxiliam a conexão da lâmina basal do epitélio de múltiplas camadas ao tecido conjuntivo subjacente e, portanto, sao especialmente abundantes na pele.

[editar] Colágeno líquido, capsula ou pó

O colágeno hidrolisado pode ser encontrado na forma líquida, em capsula ou pó.

O colágeno em pó é o mais difundido entre as apresentações do produto devido à baixa atividade água (umidade normalmente próximo de 8%), o que garante uma estabilidade muito grande da proteína (chegando a 5 anos na embalagem original de fabricação). Esta apresentação em pó normalmente apresenta um preço mais baixo que as outras apresentações. Esta apresentação, quando vendido puro (sem aditivos ou sabor) requer uma melhor qualidade sensorial (sabor neutro).

As cápsulas de colágeno são o produto em pó, inserido na cápsula garantindo doses, normalmente miligramas do produto. É bastante útil para quem tem facilidades em ingerir capsulas e evita a necessidade de diluição. Esta apresentação permite utilizar um produto de baixa qualidade sensorial (sabor característico mais evidente). É necessário avaliar a dose/cápsula para analisar a relação custo/benefício.

O colágeno líquido pode ser obtido através da exclusão da etapa de secagem do colágeno hidrolisado ou da diluição do colágeno em pó. Normalmente essa apresentação requer a necessidade de conservantes e agentes de sabor. É necessário conferir a concentração do produto para analisar a relação custo/benefício.

Anúncios

Bepantol para estrias

Ele merece mais um post, rs.

Estrias são uma espécie de cicatriz que aparece quando a pele precisa se esticar muito e não tem elasticidade para isso. Aí as fibras elásticas e de colágeno (que dão firmeza à pele) se rompem e o rasgo é preenchido por um tecido desorganizado. São as estrias. A estria vermelha é mais recente e tem essa cor porque, na tentativa de recuperar a região, o local se enche de vasos sanguíneos e incha (pode reparar que elas são mais altinhas também). Depois, as células se acalmam e se compactam.

Mas quem é o culpado no aparecimento das estrias?

As causas do aparecimento das indesejadas estrias são várias: Genética: uma pele elástica e resistente que tenha abençoado as mulheres da sua família, de geração em geração, pode salvá-la da infiltração das estrias no seu corpo ou vice-versa.

Alterações hormonais

A adolescência é marcada pelo aumento da produção de estrógeno e progesterona, bem como pela fase dos “pulos de crescimento” e este descontrole hormonal pode fragilizar as fibras de colágeno e elastina, o que permite a distensão dos tecidos. · Alterações de peso: quem emagrece ou engorda rapidamente e/ou excessivamente tem uma maior probabilidade de registar estrias na pele, uma vez que estas variações de volume contraem e esticam a pele de forma pouco natural. No mesmo sentido, quem pratica musculação também está sujeito a “sofrer” com as estrias e aqui os homens estão, naturalmente, incluídos.

Gravidez

Esta fase da vida de uma mulher está invariavelmente relacionada com as estrias, devido às diversas alterações que o corpo regista. Aproximadamente 75% das mulheres grávidas são afectadas e as estrias atacam principalmente no terceiro mês de gestação (seios e zona lombar) e no sexto (abdómen, glúteos e coxas).

Prevenção e tratamento

Prevenir é sempre o melhor remédio e no caso das estrias isso significa a hidratação diária do corpo, por dentro (consumir água) e por fora (não largue o seu creme hidratante!). Para além disso, aconselha-se a prática de exercício físico moderado, mas regular; a activação do sistema circulatória através de duches onde alterna entre jactos de água quente e fria; deixar de fumar; reduzir ou eliminar o consumo de refrigerantes e cafeína; evitar vestir roupas muito apertadas e que podem constranger a circulação.

Cuide da Alimentação

As falhas nutricionais também têm a sua quota-parte de culpa no aparecimento das estrias, por isso, dê à sua pele tudo o que ela precisa para manter-se lisa e luminosa! Faça questão de consumir alimentos ricos em zinco (peixe, fígado, marisco, gema de ovo, beterraba, alface, couve, tomate, cenoura, cogumelos, espinafres, laranjas, alperces, frutos secos); em vitamina A (atum, espadarte, óleo de fígado de bacalhau, lacticínios, manteiga, queijo, brócolos, salsa, batata, abóbora, milho amarelo, manga, papaia, melão) e em vitamina C (couve-de-bruxelas, acerola, caju, amora, melancia, melão, laranja, limão, tangerina, abacaxi, kiwi, morangos, framboesas). Tanto o zinco como as vitaminas A e C contribuem para a produção de colágeno, uma substância que, para além de activar a circulação sanguínea, transporta nutrientes para as células da derme.

pente

Como fazer o tratamento caseiro

– Um pente fino e Bepantol pomada ou líquido.

– Logo após sair do banho, passe o pente fino aonde está as suas estrias por mais ou menos 5 minutos, passe de baixo para cima;

– Em seguida aplique o Bepantol no lugar onde você massageou com o pente; Faça regularmente o procedimento quando sair do banho.

Super simples meninas, vale a pena tentar. Vi relatos de pessoas que fizeram esse tratamento caseiro e perceberam diminuicao das estrais em ate 60.
Duvidas, entrem em contato.
Beijinhos.

Bepantol: O queridinho

Bepantol – Informações
O Dexpantenol, substância ativa do Bepantol, é rapidamente transformado nas células em ácido pantotênico. Este último é um componente da coenzima A, elemento essencial que, além de ser fator de acetilação ocupa uma posição-chave no metabolismo celular. O ácido pantotênico é indispensável ao bom desenvolvimento do metabolismo dos tecidos epiteliais da pele e das mucosas. O dexpantenol, conhecido como vitamina B5, estimula a cicatrização, regenerando a pele.

Bepantol – Indicações
Cicatrização e epitelização em caso de ferimentos leves tais como queimaduras e escoriações de pouca gravidade, úlceras crônicas, úlceras de decúbito e fissuras anais. Tratamento das inflamações da boca e faringe. Tratamento pós operatórios de feridas cirúrgicas, enxertos cutâneos e erosões cervicais. Tratamento das estomatites (eventualmente em associação com antiinfecciosos). Prevenção e tratam. das rágadas dos mamilos, bem como assaduras das nádegas dos lactentes e do eritema solar. Adjuvante no tratam. local das feridas

Contra-indicações de Bepantol
Não existem relatos sobre restrições de uso e efeitos colaterais com o uso de Bepantol.

Reações adversas / Efeitos colaterais de Bepantol
O Bepantol é bem tolerado. No entanto, podem ocorrer efeitos colaterais indesejáveis não previstos e dependentes da sensibilidade individual. Neste caso suspenda imediatamente o uso do produto e informe seu médico o aparecimento de reações indesejáveis.

Bepantol liquido para os cabelos

Além de hidratar, o Bepantol Líquido garante a maciez, brilho, reduz o volume e acaba com as pontas duplas dos cabelos mais sensibilizados. Como contém vitamina B5 pura, ele não prejudica os cabelos e tem um poder regenerador. Porém o recomendado é usá-lo de 1 a 2 vezes por semana no máximo para não acontecer um excesso de vitaminas e ter efeito contrário
* Ajuda a hidratar o cabelo, pois tem poder regenerador.
* Fortalece a raiz e os fios de cabelo.
* Melhora sintomas de inflamação do couro cabeludo.
* Diminui a coceira.
* Estimula a pigmentação (o que pode ser interessante para desacelerar o aparecimento de cabelos brancos).

Modo de usar
Bepantol Líquido (5 ml)
Açúcar (2 colheres)
Leite (1 colher)
Creme de hidratação de sua preferencia (quantidade ideal para o tamanho do seu cabelo)

Separe um recipiente e coloque a quantidade que for usar do seu creme de hidratar, dissolva o açúcar no leite e leite e depois despeje no creme reservado.Misture tudo.
Separe seus cabelos em algumas mechas, depois aplique o creme hidratante da seguinte forma:
Pegue uma pequena quantidade de creme e espalhe em cada mecha dos seus cabelos. Se ele for muito oleoso, tente não passar o creme na raiz. Em seguida faça massagem nos seus cabelos com movimentos em formato de círculos, juntando assim, as escamas dos seus fios.
O creme deve ficar no seu cabelo o tempo escrito na embalagem, caso queira que suas madeixas fiquem mais bonitas, use uma touca térmica. Por fim, enxague seus cabelos com água fria, pois ela ajuda a fechar todas as escamas dos seus cabelos, deixando-os brilhantes e sedosos.

HIDRAT~1

Bepantol pomada
36066_Ampliada

Serve para hidratar lábios ressecados, diminuir linhas de expressão, clarear manchas, até mesmo das axilas.
Passe Bepantol nas áreas secas do corpo como cotovelos, joelhos, calcanhares.
Massageie as unhas com um pouco da pomada. Ela hidrata as unhas e a pele além de cicatrizar qualquer machucadinho que houver nessa região (cutículas levantadas ou outros).
Massageie os pés, eles ficarão muito macios e hidratados.

Bepantol pomada + hipoglos
Bepantol-e-Hipoglos

Para a pele do rosto, faça a famosa receita criada por Ivo Pitanguy : hipoglos vitamina A e Bepantol.
À noite, antes de dormir, espalhe uma fina camada dessa mistura sobre a pele do rosto e do pescoço. Você vai sentir a sua pele muito mais macia e hidratada.

cremecaseiro

E é muito fácil fazer a máscara, bastando misturar a mesma quantidade de pomada Bepantol , uma ampola de arovit e Hipoglós em um recipiente com tampa e usar duas ou três vezes por semana, antes de dormir. No dia seguinte é importante lavar o rosto com um produto específico para a limpeza da pele. Se puder usar a Hipoglós Amêndoas, melhor ainda. A máscara promove um tratamento intensivo para a pele, que melhora a sua textura já na primeira noite, deixando a aparência descansada e eliminando as olheiras. Mas não use todos os dias e muito menos se exponha ao sol com restos da máscara no rosto.
Com o uso contínuo do produto criado os resultados são cada vez melhores. Aos poucos você irá começar a notar uma diferença na cicatrização da pele, que irá ficar mais rápida. As pomadas são baratinhas e existe no mercado uma versão genérica de Bepantol, a Bepantriz, que tem os mesmos efeitos custando a metade do preço. Depois de ter se popularizado com efeitos cosméticos, a Bepantol também lançou a versão Derma, específica para os cuidados com a beleza.

Gostaram da dica
Em breve postarei sobre o uso de bapantol em estrias e um metodo maravilhoso para diminui-las.
Beijos meninas.

Dermaroller

                 Terapia de indução percutânea de colágeno

 orig_Dermaroller_Logo

Para aqueles que ainda não conhecem o tratamento realizado com o Dermaroller ele consiste no uso de um equipamento que contém micro-agulhas que são passadas sobre o local atingido com a ajuda de um rolinho, este tem como base a reconstituição da epiderme, a camada mais superficial da pele ajudando também na estimulação da produção  de colágeno superior que o organismo produz normalmente.
 
O processo é realizado com o auxílio de um anestésico e depois a aplicação das micro-agulhas com a ajuda do rolinho que desliza fácilmente sobre a camada da pele. Depois de passar por todo o local afetado a pele é contemplada com uma máscara própria para retirar e evitar a vermelhidão sendo que o ideal com um hidratante rico em vitamina C.
 
É possível realizar este tratamento em casa, no entanto, visto que ele pode infeccionar devido às agulhas, é indicado que essa prática não seja aderida isoladamente sem a ajuda de um profissional. Por isso, procure sempre um especialista para essas situações.
 
É necessário muito cuidado afinal são agulhas de verdade e elas podem danificar muito a pele caso não sejam utilizadas da forma correta. O preço varia entre R$200,00  e R$500,00 reais, lembrando que nas clínicas cada sessão não sai por menos de R$70,00.

Benefícios do Dermaroller
 
– Remoção e tratamento de estrias.
 – Tratamento anti-rugas.
 – Tratamento contra a queda de cabelo.
 – Tratamento para o restauração capilar.
 – Remoção e tratamento de celulite.
 – Remoção de cicatrizes.
 – Maior absorção de cremes pela pele.
 – Não danifica a pele.
 – Praticamente indolor.
 – Aprovado para uso doméstico.
 – De uso muito simples.

Dermaroller

          
  O Dermaroller estimula mecanicamente à produção de colágeno, que e realizado por meio do rolamento de um cilindro com pequenas agulhas, que provocam micro lesões da pele.
  Após este procedimento, a pele passa por três processos:

 1)Inflamação: após o estímulo mecânico há a reprodução das células da pele;
 2)Proliferação: as células da pele se multiplicam;
 3)Remodelação: o tecido é reestruturado e a as células mortas eliminadas, deixando a pele mais resistente e com uma aparência mais uniforme.
Por meio deste procedimento, a quantidade de colágeno pode dobrar e o efeito pode, ainda, ser otimizado com a aplicação da vitamina C.
Como ele induz à regeneração celular, é também indicado para rugas, linhas de expressão, estrias e cicatrizes.

derma.fotos

Como é feito o tratamento com o Dermaroller?

derma_roller_instrues  

Estabelecer um ambiente estéril
 
Certifique-se de quelajas mãos e a área a ser tratada estejam cuidadosamente limpas antes de usar o Dermaroller.
 Seque com uma toalha limpa e use um desinfectante  para limpar a sua mesa de tratamento em seguida disponha os seguintes itens:  Dermaroller, gel anestésico, (se usado), creme anti-bacteriano, uma tigela de água gelada com uma toalhinha na mesma, uma toalha limpa, algumas toalhas de papel e um hidratante de boa qualidade.
 
Rosto e Tratamento de Corpo
 
Se estiver a usar o Dermaroller no rosto, não use nas pálpebras ou nos lábios. Limpe o excesso de gel anestésico (se usado) com papel de cozinha. Role o Dermaroller sobre a área a ser tratada várias vezes em diferentes direcções. 4 passagens na vertical, horizontal e cada diagonal é mais que suficiente para estimular a formação de colágeno na pele. Não pressione muito, pois isso não é necessário para obter resultados excelentes.
Se você usar o gel anestésico  e fizer uma passagem mais vigorosa com o Dermaroller, pode ocorrer uma vermelhidão na pele por até dois dias após o uso.  Se utilizar o método mais suave, poderá usar o dispositivo regularmente, os mesmos resultados podem ser alcançados de forma muito menos traumática para a sua pele, pois a vermelhidão dura apenas alguns minutos se utilizado se forma suave.
 
Para a perda de cabelo, queda de cabelo ou de cabelo grisalho
 
A cada manhã/noite, depois de tomar banho e lavar o couro cabeludo, seque bem com um pano limpo, passe o Dermaroller sobre o couro cabeludo em apenas um sentido (e não para a frente e para trás). Aplique 1ml de 5% Minoxidil (manipulado) nas áreas a tratar, massageando completamente o couro cabeludo. Se você observar um descame do couro cabeludo após alguns dias, basta esfregar a pele morta enquanto aplica o seu shampoo na lavagem do cabelo. Tratar no máximo uma vez por dia, 5 vezes por semana.
 
Cuidados com a pele após o uso do Dermaroller
 
Após o uso, lave a área tratada com água fria e sabonete anti bacteriano, seque a pele suavemente e aplique o creme hidratante. Se usado com cuidado, sem o gel anestesiante, basta ir diretamente para o hidratante de qualidade – de preferência um que contenha vitamina C e E.  Derma Roller aumenta a absorção desses nutrientes.
 

Opcionais para otimizar o tratamento com o Demaroller.

Bucha vegetal: faz uma leve esfoliação da pele, o que retira as células mortas e aumenta a eficácia dos produtos passados após a realização da rolagem.

Sabonete antibacteriano: elimina grande parte das bactérias que podem causar infecções de pele.

Sabonete com alto poder de hidratação: pele hidratada tem maior capacidade de absorção, além de ficar com um aspecto mais bonito.

Cicatricure: possui altíssimo poder de regeneração da pele, quando usado em conjunto com o Dermaroller traz resultados fantásticos.

Pomada de dexpantenol: ajuda na cicatrização e na hidratação da pele.

Óleo de rosa mosqueta: previne manchas na pele, ajuda na cicatrização e hidratação da pele.

Vitamina C: ativa a síntese de colágeno no organismo, além de ser um ótimo cicatrizante e fazer maravilhas pelo seu sistema imunológico.

Colágeno: forma as fibras que dão sustentação à pele, falta de colágeno é um dos principais motivos para o aparecimento de estrias.

Cuidados com seu Dermaroller

Cuidados com o Dermaroller: Antes de usar o Dermaroller, deixe-o dentro de um copo com álcool a 70% por cerca de meia hora, para que ele fique esterilizado. Depois de usar, repita o procedimento, espere que o Dermaroller seque completamente e guarde-o na caixinha dele e pronto. Cuidado para não esquecer seu Dermaroller no álcool, pois ele irá estragar.

Advertências:

Nunca compartilhe o seu Derma Roller com ninguém, e não o utilize em crianças ou animais; 
Não use este tratamento se você tem feridas abertas, pele queimada de sol, surtos de herpes, lesões da acne pustular ou qualquer outra infecção aguda ou inflamação da pele, se tem uma história de má cicatrização de feridas, doenças do colágeno, problemas de sangue, em caso se suspeita de gravidez ou em lactação, caso seja propensa a quelóides ou têm diabetes.

Dica

Aspirina, Nurofen, vitamina E e todas os medicamentos para diluir o sangue causam aumento do tempo de recuperação da pele e não devem ser tomados nas duas semanas anteriores ao tratamento.